Sala de Imprensa
Clipping
Cliente: GI GROUP BRASIL
Data: 03/04/2018

DESAFIOS E TENDÊNCIAS DO MERCADO DE TRABALHO EM DEBATE

DESAFIOS E TENDÊNCIAS DO MERCADO DE TRABALHO EM DEBATE
Especialistas em RH apontam a importância da diversidade no capital humano, como manter a motivação e expectativas de contrações

Apesar dos sinais de recuperação econômica, o país continua com mais de 12 milhões de desempregados, segundo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas). Para abordar os desafios, as tendências e as expectativas do mercado de trabalho em 2018, a Gi Group Brasil, filial da multinacional italiana de recursos humanos, promoveu um debate especial, como parte do programa comemorativo dos 20 anos da fundação do grupo e 10 anos de atuação no país.

Mediado e comandado por Paulo Canoa, diretor presidente da Gi Group Brasil, o bate-papo, realizado em São Paulo, contou com as participações de Patrícia Mirilli Moreira, diretora de RH da L’oréal; Michelle Pereira Meirelles, gerente de RH do Banco Santander; Antonio Edson Guido, gerente de departamento do Cartões Bradesco; e Ana Carolina da Silva, consultora de RH da Latam. De acordo com Canoa, o encontro teve como finalidade conhecer a visão das empresas e suas necessidades, para participar intensamente das mudanças radicais no mercado de trabalho em nível mundial, sobretudo no Brasil.

Perspectivas de contratações – Apesar de sentirem melhoria da situação socioeconômica, confirmada pelos indicadores econômicos e crescimento dos resultados financeiros, os executivos convidados disseram que ainda é cedo para arriscar alguma projeção em relação às contratações.

“A recuperação econômica vai trazer um dinamismo maior na contratação de pessoas a todas as empresas de bens de consumo no país. Mas temos a eleição no final deste ano, que mexe muito com o mercado financeiro, como a inflação, o dólar. E muitas empresas dependem desses indicadores para que seu giro aconteça. Em 2019, devemos ter um cenário mais estável onde a empresa vai conseguir planejar melhor as contrações”, afirma Patrícia, da L’oréal.

Diversidade e talentos - Por outro lado, os executivos ressaltaram a importância dos talentos para os negócios, inclusive para driblar a crise. “Seguimos na contramão da crise. Em dois anos, conseguimos resultados acima da média, devido a uma mudança de gestão e do perfil dos funcionários. Optamos por pessoas com visão mais empreendedora com maior autonomia, isso tem gerado um resultado crescente no banco”, afirma Michelle, do Santander.

A busca por talentos, no entanto, já não está restrita à faixa etária, segundo os convidados. “Hoje trabalhamos com uma variedade maior de gerações. Temos funcionários que estão na companhia desde 1986 e pessoas no primeiro emprego na faixa etária de 18 anos, não há limite de idade determinante para contratação”, diz Ana Carolina, da Latam. O processo de contratação “age less” também já é realidade no setor bancário. “Temos estagiários e nova geração de colaboradores antenados e produtivos, mas dispersos e limitados, e por outro lado há funcionários com mais idade e até mais antenados à tecnologia do que os jovens”, afirma Guido, do Bradesco.

Engajamento – Para a executiva da L’oréal, a diversidade de idade, de gênero e ideias sempre é positiva, mas o RH precisa ficar atento o que motiva os talentos de diferentes gerações e interesses. “O que move e faz o colaborador feliz não é necessariamente o dinheiro. É preciso descobrir o que as novas gerações querem”. De acordo com líderes de RH, oferecer novos desafios, mais autonomia, capacitação para trabalhar com novas ferramentas tecnológicas, relacionamento mais aberto com superiores e até ambiente de trabalho mais descontraído com regra de vestuário flexível podem ajudar a reter os talentos sem elevar os custos.



Sobre Gi Group

Gi Group é um dos líderes globais em soluções dedicadas ao desenvolvimento do mercado de trabalho com forte destaque nas atividades de Recrutamento e Seleção, Administração de Temporários, projetos de Terceirização (Outsourcing), Marketing Promocional, Treinamento e Consultoria Empresarial em Desenvolvimento Organizacional e Programa de Estágios.

No início de 2007, o Gi Group começou o seu programa de internacionalização que levou o grupo a estar hoje presente em mais de 40 países na Europa, América e Ásia. A sua importância mereceu reconhecimento adicional no final de 2010 com a entrada como Membro Corporativo Global na CIETT - Confederação Internacional das Agências de Emprego, juntando-se assim a seis outras multinacionais do setor.

O grupo tem faturamento 2 bilhões de euros, e atende mais de 12.000 empresas através de 600 filiais em todo mundo e mais de 3000 funcionários diretos.



www.gigroup.com.br




Lilás Comunicação Quem Somos Serviços Novidades Sala de Imprensa Parceiros Clientes Contato Lilás no Facebook Síga-nos no Twitter Fale Conosco