Sala de Imprensa
Clipping
Cliente: VIA DAS ARTES
Data: 24/02/2015

LIVRO RETRATA O IMPACTO DOS MOSAICOS NA ARQUITETURA DE SÃO PAULO

LIVRO RETRATA O IMPACTO DOS MOSAICOS NA ARQUITETURA DE SÃO PAULO
A obra “Mosaicos na arquitetura dos anos 50” relata a influência da arte mosaica nos espaços urbanos e na economia da cidade

Ao contrário da Europa, no Brasil se encontram poucos mosaicos dentro dos museus. Mas as ruas e os espaços públicos de São Paulo são verdadeiras galerias de arte a céu aberto que abrigam as mais expressivas obras da arte mosaica. Criados por grandes artistas do segmento, os painéis em mosaico paulistas, além de ser elemento de modernização da arquitetura, também contribuíram para o crescimento econômico da cidade. Essa análise é feita pela arquiteta e especialista dessa arte, Isabel Ruas, autora do livro “Mosaicos na arquitetura dos anos 50 - Quatro artistas modernos em São Paulo”, lançado pela Editora Via das Artes (vencedora do Prêmio Jabuti 2014, na categoria Arquitetura e Urbanismo), com o patrocínio da Cerâmica Atlas.

Projeto apoiado pela Lei Rouanet – Lei Federal de Incentivo à Cultura e ProAC – Programa de Incentivo à Cultura do Governo do Estado de São Paulo, a obra tem como base a dissertação de mestrado da autora apresentada na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, da Universidade de São Paulo (FAU-USP), em 2000, com orientação do arquiteto e Professor Paulo Bruna.

A publicação é uma contribuição fundamental para arte urbana no Brasil, segundo Ana Xavier, coordenadora do projeto e diretora da Editora Via das Artes. “Há poucas referências bibliográficas sobre mosaicos no país. E esta publicação vem preencher uma lacuna existente no mercado, por ser um dos poucos títulos a abordar o uso da arte do mosaico dentro da arquitetura e seu impacto no ambiente urbano, bem como a estreita relação entre a arte e a indústria verificada na época”, explica.

Com 196 páginas, ilustradas por fotos, o livro retrata a história da arte mosaica e analisa a extensa produção de painéis em mosaico na arquitetura moderna paulista, destacando suas diferenças em relação aos mosaicos europeus, especialmente os dos artistas da Escola de Artes Aplicadas de Paris, dos anos 50. Segundo Isabel, os mosaicos paulistas da época são símbolos da modernidade industrial e do crescimento vertiginoso da cidade. Enquanto, na Europa, a arte mosaica tinha a preocupação de trabalhar componentes com características fortemente artesanais em negação à indústria.

O livro ganha importância ainda maior por relevar imagens inéditas das obras de Bramante Buffoni, o que permite conhecer um pouco mais sobre os legados desse artista na arquitetura da cidade. Em sua análise, Ruas destaca ainda as influências e as contribuições de Emiliano Di Cavalcanti, Serafino Faro e Antônio Carelli no espaço urbano.

Em seu texto, Isabel Ruas observa que na década de 50, os mosaicos paulistas deixaram de desempenhar o papel de mero acessório decorativo de espaço plano, para se tornar parte da estrutura arquitetônica tanto de fachada e como de interiores de edifícios. Com a evolução da arquitetura no Brasil, a produção de painéis de mosaico ganhou força, contribuindo para o surgimento de diversas indústrias, entre elas a Cerâmica Atlas, que passaram a fornecer cerâmicas e outros materiais para confecção de painéis.

Sobre a autora – Isabel Ruas é arquiteta, especialista em mosaicos, e fundadora da empresa Oficina de Mosaicos Ltda. É Mestre pela FAU-USP em 2001, com a dissertação "Painéis em mosaico na arquitetura moderna paulista".

Principais murais em mosaico realizados:

- "Jesus entre os doutores" Cândido Portinari - original 1947 / Mosaico 2008 na igreja da PUC – RJ
- “Sem Título” - Cláudio Tozzi / original e mosaico 2001, na Av. Angélica "Geométrico I" de Samson Flexor – original de 1947 / Mosaico 2012, para a livraria Edusp.

Realizou o restauro dos seguintes painéis:

- Painel "Alegoria das Artes" – Di Cavalcanti original 1950 / Restauro 2012, no Teatro Cultura Artística.
- Dois painéis de Paulo Werneck original da década de 1950 / Restauro 2012 – 2013, para o Maracanã

Em 2012, ganhou o prêmio do IPHAN Rodrigo Melo Franco de Andrade, pelo restauro do painel do Teatro Cultura Artística, "Alegoria das Artes" de Di Cavalcanti.


Ficha técnica:

Título: “Mosaicos na arquitetura dos anos 50 – Quatro artistas modernos em São Paulo”
Autor: Isabel Ruas
Editora: Via das Artes
Preço sugerido: R$ 70,00.
Formato: 28x28 cm; 196 páginas, capa dura
Edição: 1ª edição
Idioma: português
ISBN: 978-85-98614-26-7
Patrocínio: Cerâmica Atlas
Realização: Lei Rouanet – Lei Federal de Incentivo à Cultura e ProAC – Programa de Incentivo à Cultura do Governo do Estado de São Paulo

Editora Via das Artes

A Via das Artes é uma editora especializada em projetos e publicações de arquitetura, arte e patrimônio cultural, com mais de 20 livros publicados e tendo recebido prêmios nacionais e internacionais, entre eles: Prêmio Jabuti Prêmio na categoria Produção Editorial do Concurso de Publicaciones de la IV Bienal Iberoamericana (2004) pela obra "Imagens de Vilas e Cidades do Brasil Colonial" - Prêmio na categoria Produção Editorial do Concurso de Publicaciones de la V Bienal Ibero-Americana de Arquitetura (2006) pela obra "São Paulo: Vila, Cidade, Metrópole", Prêmio José Celestino Bourroul de melhor livro publicado em 2012 sobre São Paulo, com o título “São Paulo: um novo olhar sobre a história – A evolução do comércio de varejo e as transformações da vida urbana”

Lilás Comunicação Quem Somos Serviços Novidades Sala de Imprensa Parceiros Clientes Contato Lilás no Facebook Síga-nos no Twitter Fale Conosco