Sala de Imprensa
Clipping
Cliente: UDDO Diagnósticos Médicos
Data: 09/11/2011

MEDICINA NUCLEAR, UMA ALIADA NO DIAGNÓSTICO DE DOENÇAS CARDÍACAS

MEDICINA NUCLEAR, UMA ALIADA NO DIAGNÓSTICO DE DOENÇAS CARDÍACAS
Técnica de cintilografia auxilia a identificar, com precisão, problemas que afetam o funcionamento do coração

Modernas tecnologias de medicina nuclear têm permitido não só identificar os mais variados tipos de tumores, como também a detectar, com maior precisão, os problemas cardiovasculares. É o caso da cintilografia, um poderoso instrumento de diagnóstico por imagem, técnica utilizada pela equipe médica da UDDO - rede de clínicas de diagnóstico especializada do segmento no país - , para encontrar obstruções nos vasos sanguíneos, isquemias e outros fatores que afetam o funcionamento do coração e verificar o grau de gravidade da doença; o que nem sempre pode ser feito com exames mais simples.

No exame de cintilografia, os pacientes recebem uma injeção de pequena dose de substâncias radioativas (radiofármacos), que servem como radiotraçadores. A radiação emitida pelos radiofármacos no organismo é captada pelo equipamento, que faz um mapeamento do coração, revelando como o grau de isquemia, ou seja, a irrigação sanguínea no músculo cardíaco (miocárdio), a presença de obstruções e quais são as regiões vasculares comprometidas.

Na UDDO, são realizadas cinco tipos de exames utilizando essa técnica:

? Cintilografia do Miocárcio Necrose – o exame é usado para detectar área necrosada, provocada por infarto agudo do miocárdio ou isquemia.

? Cintilografia do Miocárdio de Perfusão em Repouso – para avaliar o nível de fluxo sanguíneo no coração durante o período em que o paciente permanece deitado.

? Cintilografia do miocárdio de perfusão em estresse – nesse caso, a avaliação é feita após o exame de cintilografia em repouso. O paciente passa por um teste ergométrico e logo em seguida pela cintilografia. O diagnóstico é feito a partir das comparações das imagens registrada antes e após o exercício.
? Cintilografia sincronizada das câmaras cardíacas em repouso – o exame avalia as cavidades do coração, a fim de estudar o desempenho do órgão quando o paciente está deitado.
? Cintilografia Sincronizada das câmaras cardíacas em esforço – é realizado após o paciente passar por um desgaste físico, seja por meio de exercício em bicicleta ergométrica ou induzido por medicamentos.
Na UDDO são realizadas por mês mais de duas mil cintilografias, a maioria com a cobertura de convênios médicos.

As doenças cardiovasculares continuam sendo uma das principais causas de morte no Brasil. Mais de 31,3% dos óbitos registrados no país são em decorrência de infarto ou acidentes vasculares, segundo o estudo Saúde Brasil 2010, do Ministério da Saúde. Além da dieta e atividades físicas, exames de rotina ajudam a prevenir casos da doença e suas complicações.


Lilás Comunicação Quem Somos Serviços Novidades Sala de Imprensa Parceiros Clientes Contato Lilás no Facebook Síga-nos no Twitter Fale Conosco